THE IMPACTS OF COVID-19 ON THE PRODUCTION AND COMMERCIALIZATION OF BRAZILIAN CHEESES WITH GEOGRAPHICAL INDICATIONS

Geovanna Gomes da Silva, Mirna de Lima Medeiros

Resumo


As medidas implementadas para conter a pandemia da COVID-19 (decretada no início de 2020 e com duração já superior a um ano) tais como distanciamento social, redução do horário de funcionamento de comércio, lockdowns, entre outros tiveram impactos em praticamente todos os setores. Com relação à alimentação, se tem diferentes comportamentos durante a pandemia, tais como priorização do essencial e durável, busca pelo saudável, consumo indulgente, retomada do ato de cozinhar e valorização de pequenos negócios locais. Tendo como pressuposto que deter uma indicação geográfica poderia influenciar na decisão de compra desse consumidor durante esse período que mescla restrições e ao mesmo tempo mais consciência e mais emoções, o presente artigo buscou verificar o impacto da pandemia da COVID-19 na produção e comercialização de queijos brasileiros com indicações geográficas. Trata-se de pesquisa qualitativa de cunho exploratório-descritivo. O estudo se concretizou por meio de análise documental de reportagens jornalísticas. Foram encontrados 26 artigos de jornais e revistas que atendiam aos critérios definidos. Desses documentos 21 tratavam de um cenário favorável aos queijos com IG durante a pandemia e 5 de fatores desfavoráveis.


Palavras-chave


Indicação Geográfica; Comercialização; Queijo; Pandemia, Covid-19.

Texto completo:

PDF

Referências


BLASCO, L. Coronavírus: estratégia do ‘queijo suíço’ para combater a covid-19. Revista Observa BR Caminhos da reconstrução e transformação do Brasil, 20 nov 2020. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. De 2021.

BRASIL. Lei 13.680 de 14 de Junho de 2018. Disponível em: >http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/Lei/L13680.htm<. Acesso em: 13 mar. 2021.

BRASIL. Resolução nº 4.801 de 9 de abril de 2020. Disponível em: > https://www.in.gov.br/web/dou/-/resolucao-n-4.801-de-9-de-abril-de-2020-252079914>. Acesso em: 15 mar. 2021.

CAMINHOS DOS CAMPO. Queijo paranaense é o primeiro do país a ganhar selo de indicação geográfica. Disponível em: https://g1.globo.com/pr/parana/caminhos-do-campo/noticia/2018/09/30/queijo-paranaense-e-o-primeiro-do-pais-a-ganhar-selo-de-indicacao-geografica.ghtml. Acesso em: 04 mar. 2021.

CAVALCANTE, João Roberto et al . COVID-19 no Brasil: evolução da epidemia até a semana epidemiológica 20 de 2020. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília , v. 29, n. 4, e2020376, 2020 . Disponível em . acesso em 02 abr. 2021. Epub 10-Ago-2020. https://doi.org/10.5123/s1679-49742020000400010.

CARRAPATO, Pedro; CORREIA, Pedro; GARCIA, Bruno. Determinante da saúde no Brasil: a procura da equidade na saúde. Saude soc., São Paulo , v. 26, n. 3, p. 676-689, set. 2017. Disponível em .Acesso em :2 abr. 2021. http://dx.doi.org/10.1590/s0104-12902017170304.

CARVALHO, G.. Efeitos da COVID-19 na cadeia do leite. EMBRAPA Gado de Leite. Entrevista Coletiva Online 14 de abril de 2020. Disponível em: Entrevista Coletiva - Efeitos do Covid-19 na cadeia do leite >https://youtu.be/52WHNLZ3zkI<. Acesso em: 11 mar. 2021.

CHALITA, M. A. N. A construção social e econômica do gosto e da preferência, o valor simbólico da mercadoria e o desempenho das exportações de cachaça. Informações Econômicas, v. 38, n 5, 2008.

COLETTI, V. D.. Os agricultores familiares e a construção dos mercados do leite e queijo: a pequena produção e qualidade frente à legislação Brasileira e Europeia, 2013.Disponível em: > https://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/701/1/PB_PPGDR_M_Coletti%2C%20Vinicius%20Deotan_2013.pdf<. Acesso em: 15 mar. 2021.

CZAR, A.S. A ameaça da pandemia para os queijos de leite cru. Revista Sertãobras. Minas Gerais. Disponível em: . Acesso em: 05 mar. 2021.

DIÁRIO DO COMÉRCIO. Mineradora vai apoiar produção de queijo. Disponível em: < https://diariodocomercio.com.br/agronegocio/mineradora-vai-apoiar-producao-de-queijo/>. Acesso em: 05 mar. 2021.

DE MELO FRANCO, B. D. G. . Rede de pesquisa em queijos artesanais brasileiros. Disponível em: . Acesso em: 13 mar. 2021.

DE CARVALHO, A.P. . Novo coronavírus (COVID-19). Brasil, fevereiro de 2020, v.14; Disponível em: > https://www.sbp.com.br/ fileadmin/user_upload/22340d-DocCientifico_-_Novo_coronavirus.pdf<. Acesso em: 23 fev.2021.

DUPIM, L.C.O. Indicações Geográficas e o Desenvolvimento Local: Estudo Exploratório e Comparativo das Indicações Geográficas Vale dos Vinhedos, Região do Cerrado Mineiro e Paraty. Tese de Doutorado em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento. Instituto de Economia, UFRJ.Rio de Janeiro 2015.

EMBRAPA. Setor leiteiro deve sofrer menos com pandemia de Covid-19. Disponível em: >https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/52006031/setor-leiteiro-deve-sofrer-menos-com-pandemia-de-covid-19< Acesso em: 13 mar. 2021.

FAVARETO, A.; CAVALCANTE FILHO, P. G. Sete efeitos da pandemia sobre a agricultura e o Brasil rural e interiorano. Especial Pandemia. Disponível em: . Acesso em: 02 mar de 2021.

GEBRIM, S. Indicação Geográfica valoriza produtos agropecuários. In: VII EPCC Encontro Internacional de Produção Científica, 2011, Maringá-PR. Anais: Editora: Cesumar, 2011, p.1 a 5. Disponível em: Acesso em: 23 fev. 2021.

INFORME PARANÁ COOPERATIVO. Witmarsum I: Queijo da cooperativa presente em evento internacional de IG. Disponível em: < http://www.paranacooperativo.coop.br/ppc/index.php/sistema-ocepar/comunicacao/2011-12-07-11-06-29/ultimas-noticias/118848-witmarsum-queijo-da-cooperativa-presente-em-evento-internacional-de-ig>. Acesso em: 02 mar. 2021.

INSTITUTO NACIONAL DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL. INPI concede IG Campos de Cima da Serra para queijo artesanal serrano. Disponível em: . Acesso em: 13 mar. 2021.

JOLY L. Quais são os principais tipos de queijo produzidos no Brasil? São Paulo: Revista Super Interessante. Disponível em: . Acesso em: 23 mar. 2021.

KIRK, C. P.; RIFKIN, L. S. I’ll trade you diamonds for toilet paper: Consumer reacting, coping and adapting behaviors in the COVID-19 pandemic. Journal of Business Research, 117(May), p.124–131, 2020. https://doi.org/10.1016/j.jbusres.2020.05.028

LANA, R.M.; COELHO, F.C.; GOMES, M.F.C; CRUZ, O.G.; BASTOS L.S.; VILLELA, D.A.M.; CODEÇO, C. T. Emergência do novo coronavírus (SARS-CoV-2) e o papel de uma vigilância nacional em saúde oportuna e efetiva. Cad Saúde Pública, v.36, n.03, e00019620, 2020. Disponível em: . Acesso em: 24 fev. 2021.

LEITE, J.C. Com a pandemia Indicações Geográficas estão criando novas formas de vender seus produtos. Agência Sebrae de Notícias. Disponível em:< http://www.agenciasebrae.com.br/sites/asn/uf/NA/com-a-pandemia-indicacoes-geograficas-estao-criando-novas-formas-de-vender-seusprodutos,9d06bd201a592710VgnVCM1000004c00210aRCRD> Acesso em: 05 mar.2021.

MAPA. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Disponível em: . Acesso em 05 fev. 2021.

MAZZUCATTO, M. Capitalism’s Triple Crisis. Project Syndicate, 2020. Disponível em: . Acesso em: 5 mar. 2021.

NIEDERLE, P. A. "Indicações Geográficas e processos de qualificações nos mercados alimentares". In: _______. (Org.). Indicações Geográficas: Qualidade e Origem nos mercados alimentares. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2013.

NIELSEN G. COVID-19: tracking the impact 2020. New York: The Nielsen Company Disponível em: https://www.nielsen.com/us/en/. Acesso em: 02 abr.2021.

SAKAMOTO, C.K.; SIVEIRA, I.O. Como fazer projetos de inidicação científica. Curitiba: Editora Paulus, 2019.

SEBRAE. Impacto da Covid-19 nas vendas de produtores de giro rápido no Brasil e ao redor do mundo. Disponível em:

SEBRAE Santa Catarina. O impacto da COVID-19 no setor de Alimentos e Bebidas Conheça impacto do novo coronavírus nos negócios e estratégias para enfrentar a crise. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2021.

SILVA, A.L.. Vendas on-line têm sustentado produção do queijo canastra durante a pandemia de Covid-19 em São Roque de Minas. Disponível em: >https://g1.globo.com/mg/centrooeste/noticia/2020/07/19/vendas-on-line-tem-sustentado-producao-do-queijo-canastra-durante-a-pandemia-de-covid-19-em-sao-roque-de-minas.ghtml<. Acesso em: 12 mar. 2021.

UNA-SUS. Organização Mundial de Saúde declara pandemia do novo coronavírus. Disponível em . Acesso em: 13 mar. 2021.

WILKINSON, J. 2. A Competitividade da agroindústria leiteira brasileira. In: Estudo da competitividade da indústria brasileira: o complexo agroindustrial [online]. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisa Social, 2008, pp. 74-90. ISBN 978-85-99662-64-9. Available from SciELO Books .Disponível em: . Acesso em: 22 fev. 2021.

MERCADO & CONSUMO. Quase 30% dos bares e restaurantes viram faturamento cair mais de 50% em 2020. Disponível em: >https://mercadoeconsumo.com.br/2020/12/15/quase-30-dos-bares-e-restaurantes-viram-faturamento-cair-mais-de-50-em-2020/<. Acesso em: 10 mar. 2021.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista INGI - Indicação Geográfica e Inovação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Revista INGI - Indicação Geográfica e Inovação. A Revista INGI está licenciada com a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

ISSN: 2594-8288

Esta Revista é uma publicação da Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - API - www.api.org.br 

A REVISTA INGI está cadastrada nos sistemas: