STATE INNOVATION SYSTEM IN PIAUÍ: AN ANALYSIS OF PUBLIC ICTS FROM NITS AND INTELLECTUAL PROPERTY

Marina Bezerra da Silva, Helano Diógenes Pinheiro, Maria Emilia Camargo

Resumo


A Propriedade Intelectual é o meio pelo qual se protegem as criações geradas a partir do intelecto humano e envolve direitos autorais e conexos, propriedade industrial, direitos sui generis, entre outros. A propriedade intelectual ainda não vem sendo efetivamente explorada por todos os indivíduos ou setores e esse aspecto tem gerado sérios problemas a pesquisadores, inventores e Instituições de Ciência e Tecnologia. Este trabalho teve como objetivo geral analisar a evolução da propriedade intelectual nas Instituições de Ensino Superior públicas do Estado do Piauí entre os anos de 2005 e 2019. Consistiu num estudo de caso múltiplo, observando as universidades públicas do estado do Piauí: UFPI, UESPI e IFPI. Verificou-se que a propriedade intelectual vem ganhando espaço gradualmente nestas instituições, mediante ações como a implantação dos Núcleos de Inovação Tecnológica, por exemplo. Apesar disso, para ampliação dos processos de transferência tecnológica, é necessária uma política de fortalecimento do Sistema Estadual de Inovação, com o envolvimento dos demais atores deste sistema, tais como setor público, incubadoras, aceleradoras, indústrias, organizações não governamentais e outros, que, atualmente, ainda se encontram em estágios incipientes.


Palavras-chave


Inovação Tecnológica; Propriedade Intelectual; Instituição de Ensino Superior; Sistema de Inovação; Estado do Piauí

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, P. F.; GAVA, R.; DORNELAS, L. G.; GARCIA, M. O.; ALVES, F. F. Caracterização de apoios estaduais às redes de propriedade intelectual no Brasil. Cadernos de Prospecção, Salvador-BA, v. 8, n. 4, p. 627-637, out./dez. 2015.

AMADEI, J. R. P.; TORKOMIAN, A. L. V. As patentes nas universidades: análise dos depósitos das universidades públicas paulistas (1995-2006). Ciência da Informação, Brasília-DF, v. 38, n. 2, p. 9-18, maio/ago. 2009.

ANPROTEC. Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

ARAÚJO, E. F.; BARBOSA, C. M.; QUEIROGA, E. S.; ALVES, F. F. Propriedade Intelectual: proteção e gestão estratégica do conhecimento. Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa-MG, v. 39, p. 1-10, 2010.

BRASIL. Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004. Dispõe sobre incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo e dá outras providências. Brasília-DF, 2004. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

BRASIL. Lei nº 13.243, de 11 de janeiro de 2016. Dispõe sobre estímulos ao desenvolvimento científico, à pesquisa, à capacitação científica e tecnológica e à inovação e dá outras providências. Brasília-DF, 2016. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

BORGES, P. A.; ARAÚJO, L. P.; LIMA, L. A.; GHESTI, G. F.; CARMO, T. S. The triple helix model and intellectual property: The case of the University of Brasilia. World Patent Information. n. 60, 2020.

CASSIOLATO, J. E.; LASTRES, H. M. Sistemas de Inovação: Políticas e Perspectivas. Parcerias Estratégicas. Revista do Centro de Estudos Estratégicos do Ministério de Ciência e Tecnologia, n. 8, p. 237-255, 2000.

CASSIOLATO, J. E.; LASTRES, H. M. M. Sistemas de inovação e desenvolvimento: as implicações de política. São Paulo em Perspectiva, v. 19, n. 1, p. 34-45, mar., 2005.

CAVALCANTE, L. R. Classificações tecnológicas: uma sistematização. Nota Técnica n° 17: IPEA, 2014. Disponível em: . Acesso em: dez. 2020.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S. Métodos de Pesquisa em Administração. Tradução Scientific Linguagem Ltda. 12. ed. Porto Alegre: AMGH, 2016.

CRESWELL, J. W. Projeto de Pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Tradução Magda Lopes. 3 ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

DIAS, A. A.; PORTO, G. S. Technology transfer management in the context of a developing country: evidence from Brazilian universities. Knowledge Management Research & Practice, v. 16, n. 4, p. 525–536, 2 out. 2018.

ETZKOWITZ, H.; ZHOU, C. Hélice Tríplice: inovação e empreendedorismo universidade-indústria-governo. Estudos Avançados, v. 31, n. 90, p. 23-48, 2017.

FAPEPI. Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Piauí. Editais Encerrados. Disponível no endereço eletrônico . Acesso em: dez. 2020.

FIATES, G. G. S.; MARTINS, C.; PICCININI, A. C. G.; CORAL, E. Sistema De Inovação Brasileiro, Desafios, Estratégias, Atores: Um Benchmarking a Partir de Sistemas Internacionais de Inovação. Revista de Administração, Contabilidade e Economia da FUNDACE, v. 8, n. 3, p. 16-33, 2017.

FIATES, G. G. S.; RAMOS, A. M.; MARTINS, C.; PICCININI, A. C. G.; LUZ, R. Sistemas de Inovação. In: CORAL, E.; CAMPAGNOLO, J. M.; CARIONI, L (Org.). Estratégias de inovação como vetor de desenvolvimento do Brasil: políticas públicas para parques tecnológicos e incubadoras de empresas. Curitiba: CRV, 2016. 172 p.

FIEPI. Federação das Indústrias do Estado do Piauí. FIEPI – Sindicatos. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

FINEP. Financiadora de Estudos e Projetos. Chamada Pública MCT/FINEP/Ação Transversal - TIB - 02/2006: Projetos Aprovados. 2006.

FUJINO, A.; STAL, E. Gestão da propriedade intelectual na universidade pública brasileira: diretrizes para licenciamento e comercialização. Revista de Negócios, Blumenau, v. 12, n. 1, p. 104 - 120, jan./mar. 2007.

GARNICA, L. A.; TORKOMIAN, A. L. V. Gestão de tecnologia em universidades: uma análise do patenteamento e dos fatores de dificuldade e de apoio à transferência de tecnologia no Estado de São Paulo. Gestão & Produção, São Carlos-SP, v. 16, n. 4, p. 624-638, out./dez. 2009

HAN, E. J.; SOHN, S. Y. Firms’ negative perceptions on patents, technology management strategies, and subsequent performance. Sustainability (Switzerland), v. 9, n. 3, 2017. Disponível em: .

HOFFMANN, M. G.; CORAL, E.; JARA, E. Relações entre P&D, patentes e exportação em empresas brasileiras ativamente inovadoras. Revista de Negócios, v. 19, n. 3, p. 75-90, 2014.

IFPI. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí. DELTA inTEC. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

IFPI. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí. Apresentação (página web do NIT). 2016. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

IFPI. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí. IFPI lança editais para Minter e Dinter em Propriedade Intelectual. 2018a. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

IFPI. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí. Inscrições para Mestrado em Propriedade Intelectual seguem até hoje. 2015a. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

IFPI. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí. Resolução n° 12/2011 CONSUP/IFPI. Regimento Interno do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT). Teresina-PI, 2011. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

IFPI. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí. Resolução n° 028/2015 CONSUP/IFPI. Aprova o Regulamento dos Direitos de Propriedade Industrial, resultantes da Produção Intelectual do IFPI e dá outras providências. 2015b.

IFPI. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí. Resolução n° 66/2018 CONSUP/IFPI. Aprova Regulamento do Núcleo de Empreendedorismo e Inovação (NEPI). 2018b. Disponível em:< https://drive.google.com/file/d/18JSOSxNFjgOG45Bo-UvtOYoDppEouNtE/view?usp=sharing>. Acesso em jan. 2021.

JUNGMANN, D. M.; BONETTI, E. A. A caminho da inovação: proteção e negócios com bens de propriedade intelectual: guia para o empresário. Brasília: IEL, 2010.

LINHARES, M. V. D. Criação, instalação e gestão da incubadora do NAVE: núcleo avançado de educação empreendedora, com implementação de metodologia de aceleração para negócios inovadores. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

LINHARES, M. V. D. Criação, instalação e gestão da incubadora do NAVE: núcleo avançado de educação empreendedora, com implementação de metodologia de aceleração para negócios inovadores. 2019. 13 f. Relatório de Pós-Doutorado – PROFNIT, Salvador-BA, 2019. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

MACEDO, C. A.; RUSSO, S. A propriedade intelectual na Universidade Federal de Sergipe 2010. Revista Educação a Distância e Práticas Educativas Comunicacionais e Interculturais, São Cristóvão-SE, v. 5, n. 5, 2010.

MAIS, I.; CARVALHO, L. C.; MACHADO, D. D. P. N; HOFFMANN, M. G. Avaliação da percepção de professores da FURB sobre o conceito de inovação e o papel do NIT em uma universidade. Revista Estudos do CEPE, Santa Cruz do Sul-RS, n. 28, jul./dez. 2008.

MENEZES, E. T. N; RUSSO, S. L; SILVA, G. F.; FIGUEIROA, M. L. O crescimento no número da produção intelectual após a implantação do programa de bolsas de iniciação em desenvolvimento tecnológico e inovação na Universidade Federal de Sergipe. Revista GEINTEC, São Cristóvão-SE, v. 02, n. 02, p.193-204, 2012.

NAVE ACELERADORA. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

OLIVEIRA, R. M.; VELHO, L. M. L. S. Patentes acadêmicas no Brasil: uma análise sobre as universidades públicas paulistas e seus inventores. Parceiras Estratégicas, Brasília-DF, v. 14, n. 29, p. 173-200, jul./dez. 2009.

PIAUI. Governo do Estado. Tecnologia - Site trará informações e dados das Câmaras Setoriais do Piauí. 2020. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

PIAUI. Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural. Câmaras Setoriais. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

PIAUI. Secretaria do Desenvolvimento Econômico. Indústria do Piauí. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

RUDSKAYA, I. A.; RODIONOV, D. G. Comprehensive evaluation of Russian regional innovation system performance using a two-stage econometric model. Espacios, v. 39, n. 4, 2018. Disponível em: .

RUSSO, S. L.; QUINTELLA, C. M.; SILVA, G. F.; PAIXÃO, A. E. Proteção e comercialização. In: SILVA, G. F.; RUSSO, S. L. (Org.). Capacite: os caminhos para a inovação tecnológica. São Cristóvão-SE: Editora UFS, 2014. p. 33-40.

RUSSO, S. L.; SILVA, G. F.; OLIVEIRA, L. B.; NUNES, M. A. S. N.; VASCONCELOS, J. S.; SANTOS, M. M. A. Propriedade Intelectual. In: RUSSO, S. L.; SILVA, G. F.; NUNES, M. A. S. N. (Org.). Capacitação em inovação tecnológica para empresários. São Cristóvão-SE: Editora UFS, 2012. p. 55-90.

SCHUMPETER, Joseph A. Teoria do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: Fundo de cultura, 1961.

SEBRAE. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Edital Seleção de Bolsistas: Programa ALI. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

SEBRAE. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Sebrae like a boss. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

SERAFINI, M. R.; RUSSO, S. L.; PAIXÃO, A. E.; SILVA, G. F.; Características da propriedade intelectual no Nordeste através de sites de buscas tecnológicas. Revista GEINTEC, São Cristóvão-SE, v. 1, n. 1, p. 01-11, 2011.

SILVA, J. E.; SILVA, M. V. V. A propriedade intelectual como uma evolução histórica do instituto da propriedade imaterial. In: BARROS, C. E. C.; ASSAFIM, J. M. L.; PIMENTEL, L. O. (Org.). Propriedade intelectual: XXIII Congresso Nacional do CONPEDI. Florianópolis: CONPEDI, 2014. p. 99-118.

SILVA, L. C. S.; KOVALESKI, J. L.; GAIA, S.; AMARANTE SEGUNDO, G. S.; TEN CATEN, C. S. Processo de transferência de tecnologia em universidades públicas brasileiras por intermédio dos Núcleos de Inovação Tecnológica. Revista Interciência, São Paulo-SP, v. 40, n. 10, 2015.

UESPI. Universidade Estadual do Piauí. Pesquisador da UESPI conquista patente para manejo de galinha caipira. 2016. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

UESPI. Universidade Estadual do Piauí. Resolução CONSUN 006/2014. Cria o Núcleo de Inovação Tecnológica – NIT da Universidade Estadual do Piauí - UESPI, e dá outras providências. Teresina-PI, 2014a. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

UESPI. Universidade Estadual do Piauí. Resolução CONSUN 007/2014. Aprova o Regimento Interno do Núcleo de Inovação Tecnológica – NIT da Universidade Estadual do Piauí-UESPI. Teresina-PI, 2014b. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

UFPI. Universidade Federal do Piauí. INEAGRO – Incubadora de Empresas do Agronegócio – PI. Disponível em: . Acesso em: jan. 2021.

UFPI. Universidade Federal do Piauí. Quem Somos (página web do NINTEC). 2016. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

UFPI. Universidade Federal do Piauí. Resolução n° 36/2008 CONSUN/UFPI. Dispõe sobre os direitos de propriedade industrial, resultantes da produção intelectual da UFPI e dá outras providências. Teresina-PI, 2008. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista INGI - Indicação Geográfica e Inovação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Revista INGI - Indicação Geográfica e Inovação. A Revista INGI está licenciada com a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

ISSN: 2594-8288

Esta Revista é uma publicação da Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - API - www.api.org.br 

A REVISTA INGI está cadastrada nos sistemas: