SCIENTIFIC PRODUCTION IN BRAZIL ON SOCIAL TECHNOLOGY

Vania De Jesus, Elisângela Menezes Aragão, Suzana Leitão Russo, Mário Jorge Campos Santos, Jandira Reis Vasconcelos, Valdenice De Jesus Melo

Resumo


O intuito dessa pesquisa foi verificar por meio da análise bibliométrica, na base de dados Scopus, como se caracterizam os estudos sobre tecnologia social (T.S.) no Brasil, seus principais autores e características dos artigos publicados. Por tecnologia social entende-se que são soluções que utilizam o conhecimento cientifico e o conhecimento popular, ou seja, de modo coletivo para seu desenvolvimento, são de baixo custo, acesso aberto, estão em consonância com os objetivos da agenda 2030 da ONU e os dezessete objetivos sustentáveis, com isto, a inovação social se apresenta de uma forma marcante considerando que no desenvolvimento da T.S. a pluridisciplinariedade é fundamental. Neste artigo objetivou-se verificar quantitativamente sobre o tema: a produção existente nesta base de dados, os principais autores que debatem e são citados, tipos de fontes que publicam esses artigos, enfim os avanços e/ou retrocessos nas pesquisas ao longo dos anos. Quantificaram-se quinhentos e setenta e nove artigos publicados até maio de 2019. Destes, cinquenta e um artigos foram publicados e são de origem brasileira, os quais continham o termo: “social technology” nos títulos, resumos e/ou palavras-chave dos artigos e artigos de revisão. Considerando as variáveis propostas, pôde-se verificar que existe uma produção brasileira em crescimento gradual, e que existe mais de um entendimento para o termo tecnologia social, ora como referência as redes sociais, ora como referência a um aparato tecnológico para enfrentamentos de questões sociais.


Palavras-chave


Tecnologia Social; Análise Bibliométrica; Inovação Social

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Política Nacional de Tecnologia Social. Disponível em: . Acesso em: ago. 2017.

BORGES, M. A., et al. Inovação social : uma gênese a partir da visão sistêmica e teoria da ação comunicativa de Habermas. In: International Conference on Integration of Design, Engineering and Management for Innovation, 4., Florianópolis, Brasil, 2015. p. 126-138.

CHRISTMANN, J. P.; BORGES, M. de L.; GRAEBIN, C. M. G. A cartografia social como possibilidade de uma tecnologia social. In: Congresso Brasileiro de Estudos Organizacionais, 4, Porto Alegre, RS, Brasil, 19 a 21 de outubro de 2016.

DAGNINO, R. Tecnologia Social: base conceitual. Ciência & Tecnologia Social: [email protected] do Observatório do Movimento pela Tecnologia Social da América Latina, v. 1, n. 1, 2011.

FARFUS, Daniele. Inovação Social: compreendendo e refletindo sobre o conceito. Disponível em: . Acesso em: 06 nov. 2017.

GOMES, Iracema Machado de Aragão et al. Incubadoras de empresas como mecanismo de estímulo à inovação. In Capacite: os caminhos para a inovação tecnológica. SILVA, Gabriel Francisco da; RUSSO, Suzana Leitão (orgs.). São Cristóvão: Editora UFS, 2014.

KHILJI, S., et al. Globalização, mudança e aprendizagem no sul da Ásia. Oxford: Elsevier Publishing; Fundação HEAD, 2013.

MOURÃO, N. M.; ENGLER, R. de C. A tecnologia social e os temas associados: um olhar sob o trabalho artístico de Tobbe Malm = Social technology and associated themes: a look at the artistic work of Tobbe Malm. Revista Brasileira de Tecnologias Sociais. Universidade do Vale do Itajaí, v. 4, n. 1, 2017. p. 47-59.

PATIAS, T. Z., et al. Modelos de análise da inovação social: o que temos até agora? Revista Brasileira de Gestão e Inovação – Brazilian Journal of Management & Innovation. v. 4, n. 2., 2017. p. 125-147. Disponível em: < http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/RBGI/index>.

RUSSO, Suzana Leitão et al. (orgs.). Propriedade intelectual, tecnologias e sociedade. São Cristóvão (SE): Editora UFS, 2016.

SCOPUS (Elsevier). Disponível em: < https://www-scopuscom.ez20.periodicos.capes.gov.br/home.uri>.

SENADO. Projeto de Lei Nº 211 da Política Nacional de Tecnologia Social, 2011. Disponível em: . Acesso em: ago. 2017.

SKARŽAUSKAITĖ, M., Theoretical insights for developing. Social Technologies, v. 2, n. 2, 2012. p. 263–272. Disponível em: < https://www.mruni.eu/upload/iblock/d88/002_Tamosiunaite.pdf>

TONIAL, Graciele et al. A inovação social a partir da ferramenta design thinking: um estudo de caso do Projeto Broto do Galho. In: Congresso Internacional de Conhecimento e Inovação – Ciki, [S.l.], v. 1, n. 1, set. 2017. ISSN 2318-5376. Disponível em: . Acesso em: 06 nov. 2017.

WAHAB, S. A.; ROSE, R. C.; OSMAN, S. I. W. Defining the concepts of technology and technology transfer: a literature analysis. International Business Research, v. 5, n. 1, 2012. p. 61. URL: https://doi.org/10.5539/ibr.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista INGI - Indicação Geográfica e Inovação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Revista INGI - Indicação Geográfica e Inovação. A Revista INGI está licenciada com a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

ISSN: 2594-8288

Esta Revista é uma publicação da Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - API - www.api.org.br 

A REVISTA INGI está cadastrada nos sistemas: