Caracterização de Compostos com Ação Bioativa de Microcápsulas de Pimenta-de-Cheiro Verde (Capsicum chinense Jacquin) Armazenada em Meio Ácido

Ariadne Matos dos Santos, Marinuzia Silva Barbosa, Taynara Goes dos Santos, Alessandra Almeida Castro Pagani

Resumo


O processamento de pimentas agrega valor ao produto devido sua importância social. Pois são fontes de antioxidantes naturais: vitamina C, E, carotenóides e clorofila. A clorofila está presente nas frutas e vegetais verdes podendo ser utilizados como substitutos dos corantes sintéticos por possuírem a cor verde brilhante assim como outras atividades biológicas. Portanto as pimentas tem atividades dais quais: anticancerígeno, antibacteriano, antioxidante, anti-inflamatório, desodorizante, além destas, possui atividade de cicatrização de feridas e propriedades terapêuticas. A microencapsulação protege a degradação dos compostos bioativos evitando a oxidação conferindo maior estabilidade e vida útil ao produto. Neste sentido, o presente trabalho teve como objetivo a obtenção de microcápsulas de pimenta de cheiro verde pela técnica de gelificação iônica, formuladas com espinafre e acondicionadas em meio ácido, avaliando a estabilidade dos compostos bioativos e o efeito da encapsulação durante 1 mês de armazenamento. Foram realizadas as análise de pH, vitamina C, capsaicina, clorofila, carotenóides e acidez. Os resultados obtidos para microcápsula foram: 4,27; 6,49 mg de Ácido Ascórbico/100 g de amostra; 0,1173 mg/ml; 47,79 µg/g; 25,01 µg/g e 6,98 mg KOH/g de pimenta respectivamente. Com os resultados obtidos das microcápsulas de pimenta-de-cheiro, conclui-se que esta apresenta consideráveis teores de compostos bioativos, a presença de alcaloides (capsaicina) e obteve boa estabilidade desses compostos durante o armazenamento em meio ácido.


Palavras-chave


Microcápsulas; Pimento-de-Cheiro; Gelificação Iônica; Clorofila

Texto completo:

PDF

Referências


ANTONIOUS GF; JARRET RL. 2006. Screening Capsicum accessions for capsaicinoids content. Journal of Environmental Science and Health 41: 717-729

ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS. Official methods of analysis of the Association of Official Analytical Chemists .14 ed.Arlington: A.O.A.C., 1984

DAMBROS, J. I. Estabilidade de compostos potencialmente bioativos e alterações de qualidade em frutos e produtos de pimenta (Capsicum spp.). UFPel.2014 DOMENICO CI; COUTINHO JP; GODOY HT; MELO AMT. Caracterização agronômica e pungência em pimenta-de-cheiro. Horticultura Brasileira, v. 30, p.466-472, 2012.

INSTITUTO ADOLFO LUTZ. Normas analíticas do Instituto Adolfo Lutz. 3. ed. São Paulo: IAL, 2005.

LICHTENTHALER, H. K, Chlorophylls and carotenoids: pigments of photosynthetic biomembranes. Methods in enzymology, San Diego, v. 148, p. 362-385, 1987.

MATTOS, L. M.; MORRETI, C. L.; HENZ, G. P.; SOUZA, R. M. D. Caracterização pós-colheita de espécies de capsicum spp. Revista Agronegócios e meio ambiente, v. 1, n. 2, p. 179 – 186, maio/ago. 2008

OLIVEIRA, M.C; PAGANI, A.C. Estudo do processo de obtenção de gotas de mamão (carica papaya l.) por esferificação. Pró-reitoria de pos-graduação, 2011. 15p. Dissertação (Mestrado em ciência e tecnologia de alimentos) – Universidade Federal de Sergipe.

RÊGO, E. R; RÊGO, M. M; MATOS, I. W. F.; BARBOSA, L. A. Morphological and chemical characterization of fruits of Capsicum spp. accessions. Horticultura Brasileira, v. 29, p. 364-371, 2011.

SOUZA, A. C. G.; CHAVES, F. C. M.; KANO, C. Avaliação de Frutos e Sementes de Pimenta-de-cheiro (Capsicum chinense Jacq.) em função da nutrição mineral. Seminário de bolsistas de Pós-graduação da Embrapa. Amazônia Ocidental, 2015. Manaus. Anais. Brasília-DF, EMBRAPA, 2016. P.121-126


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista INGI - Indicação Geográfica e Inovação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Revista INGI - Indicação Geográfica e Inovação. A Revista INGI está licenciada com a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

ISSN: 2594-8288

Esta Revista é uma publicação da Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - API - www.api.org.br