IMPACT OF THE STATE OF SÃO PAULO ON THE NUMBER OF PATENT DOCUMENTS FILLED IN BRAZIL BETWEEN 2010 AND 2017

Maria Elisa Marciano Martinez, Leonardo Falangola Martins, Marcilio Haddad Andrino

Resumo


Este artigo tem por objetivo avaliar o impacto do estado de São Paulo no número de documentos patentários depositados no Brasil entre 2010 e 2017. A metodologia do trabalho utiliza dados de documentos patentários obtidos no escritório brasileiro de patentes depositados no Brasil nos anos de 2010 a 2017. Os documentos patentários se dividem em três tipos: patente de invenção (PI) - com cerca de 60% no Brasil e estado de São Paulo, e de 90% com relação ao total; modelo de utilidade (MU); e certificado de adição (CA) - representando 1,5% ou menos dos documentos patentários encontrados. Com relação a PI, os depósitos com origem no Brasil representam somente 17% e destes 38% tem origem no Estado de São Paulo. Já com relação à MU, os depósitos com origem no Brasil representam 94% e destes 39% tem origem no Estado de São Paulo.


Palavras-chave


Documento Patentário; Patente de Invenção; Modelo de Utilidade; São Paulo

Texto completo:

PDF

Referências


BUZZANGA, J., Using Technology intelligence for R&D, 3 set. 2008. Disponível em: . Acessado em 16/07/2020.

FIESP – Panorama da Indústria de Transformação Brasileira, 2019. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

GANDRA, A., Agência Brasil. Queda nos depósitos de patentes reflete redução do financiamento à pesquisa, 20/04/2016. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

IBGE – Demografia das Empresas, 2015. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

IBGE – Pesquisa de Inovação, 2014. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

IBGE – Pesquisa Industrial Anual – Empresa, 2017. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

IBGE – São Paulo, 2019. Disponível em: e . Acesso em: 19 out. 2020.

INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial, Manual do Depositante de Patentes, 2015. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial, Patentes, 2020a. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial, Plano de Combate ao Backlog, 2020b. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial, PPH, 2020c. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial, Trâmite Prioritário, 2020d. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial, Trâmite Prioritário – Estatísticas Gerais, 2020e. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

SANTOS, D. A.; MARTINEZ, M. E. M. Patentes Verdes No Brasil: Panorama Atual e Tendências Competitivas Sustentáveis. In: RUSSO, S. L. (Org.) Mapeamento Tecnológico, Tendências Competitivas Vol. 2. Aracaju: Backup Books Editora, 2021.

MOURA, F. R.; PAES, N. L.; FARIAS, T. A. O impacto do tempo de pendência das patentes na trajetória de crescimento: uma análise com base no modelo schumpeteriano de crescimento endógeno com avanço de qualidade, 2014. Revista Brasileira de Economia, Rio de Janeiro, v. 68, n. 1, p. 125-145, abr. 2014. ISSN 1806-9134. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

PARANHOS, R. C. S.; RIBEIRO, N. M Importância da Prospecção Tecnológica em Base de Patentes e seus Objetivos da Busca. Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 11, n. 5, p. 1274-1292, dezembro, 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v12i5.28190

Portal do Governo de São Paulo, 2019. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2020.

REIS, M. C.; REIS, P. C.; BEZERRA, G. N.; MARTINEZ, M. E. M. Monitoring of Patent Documents by Evaluating the Evolution of the Technologies Involved in Paints Containing Biocides. Revista INGI, Aracaju, v. 4, n. 2, p. 704-717, abr/mai/jun, 2020.

SANTOS, R. S.; MARTINEZ, M. E. M.; REIS, M. C.; REIS, P. C. Mapeamento Patentário, na Base Orbit Intelligence, sobre Fertilizantes em um Cenário Brasileiro. Revista INGI, Aracaju, v. 4, n. 4, p. 944-956, out/nov/dez, 2020.

SILVA, M. G. D.; ABUD, A. K. S. Estudo Prospectivo das Patentes de Alimentos e Ingredientes Prebióticos. Revista INGI, Aracaju, v. 4, n. 4, p. 994-1009, out/nov/dez, 2020.

WIPO - World Intellectual Property Organization, 2019. Disponível em: < http://www.wipo.int>. Acesso em: 19 out. 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista INGI - Indicação Geográfica e Inovação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Revista INGI - Indicação Geográfica e Inovação. A Revista INGI está licenciada com a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

ISSN: 2594-8288

Esta Revista é uma publicação da Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - API - www.api.org.br 

A REVISTA INGI está cadastrada nos sistemas: